10 de jun de 2016

Religiões - Parte 3: Experiências

Sem mais delongas Religiões - Parte 3: Experiências 

Uma questão recorrente entre as pessoas que tentam entender o sobrenatural é o porque de existirem tantas religiões e se existem tantas, todas estão corretas? Há uma correta? porque apenas uma correta?

Um dos motivos para haverem inúmeras religiões é que os seres humanos precisam se apegar a uma esperança, um conforto, uma forma de contornar o desânimo que normalmente nos abate quando, egocêntricos que somos, nos sentimos contrariados. 

Há outros motivos, é claro, e dentre eles também está o charlatanismo, que não é uma religião, mas uma forma de se manter um padrão de vida elevado e induzir outras pessoas a serem subservientes.

Há uma outra razão ainda que é a existência de inúmeras entidades que desejam receber adoração e serviço dos seres humanos, ou você acha que todas as manifestações testemunhadas por milhares de pessoas ao redor do globo não passam de esquizofrenia?

Se todas estão corretas? Como responder sem a definição de o que é o correto, pois em cada cultura ou conforme o ponto de vista a ideia de correção pode variar e muito. Em outras palavras, para cada cultura sua religião normalmente será considerada a correta e somente sendo exposta a outra cultura uma pessoa poderá mudar de ideia sobre sua religião.    

Há uma correta? A Bíblia Judaico-Cristã, ensina que só devemos adorar ao Deus Criador e que todas as outras religiões são doutrinas de demônios, já o Alcorão diz que todos os adeptos de outras religiões senão o Islã são infiéis e as religiões politeístas em suas mais variadas vertentes, é claro, não concordam. A resposta se há uma correta não poderá ser respondida sem a experiência, pois sem experimentar, como saber se é o melhor ou não.

Eu, particularmente, comecei experimentando o Cristianismo desde criança e tive a oportunidade de conviver com muitas pessoas que já experimentaram outras religiões. Por quê precisaria experimentar se outros me testemunharam suas experiências e decidiram seguir o mesmo caminho que eu? Minha conclusão é de que estou no caminho certo.

Acredito que só há uma religião correta simplesmente por que a diferença entre as doutrinas é tão grande que seria impossível caminhos tão diferentes conduzirem ao mesmo lugar.

Como prometi desde o começo da série, mantive o meu texto o mais imparcial possível e espero que cada um esteja com o coração e a mente abertos para tirar suas próprias conclusões.

"E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. 31 E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes." Marcos 12:29-31

Nenhum comentário:

Postar um comentário