28 de dez de 2011

Série de Relacionamento

RELACIONAR-SE CONSIGO

Quem é você?
Não estou perguntando seu nome ou pedindo uma definição, porque na verdade eu jamais saberia quem você é de fato, estou indagando sobre quem você é realmente, alguém que apenas você conhece e talvez ninguém mais possa saber.
Você sabe quem é você de verdade?
Para um bom relacionamento é imprescindível sabermos quem é a pessoa com a qual lidamos, pois só assim é possível corresponder às expectativas e não nos decepcionarmos de maneira que o relacionamento tenha um resultado positivo.
Às vezes nos decepcionamos com as pessoas, isso é normal, pois elas são livres e nós não podemos interferir nas escolhas delas, mas então como nós podemos decepcionar a nós mesmos, uma vez que somos nós que nos controlamos?
A resposta é bem simples, muitos não sabem quem são de verdade, por isso se decepcionam, pois como poderiam atender as suas necessidades se não sabem quais são elas de fato, seja por acobertarem e não terem coragem para enfrentar a realidade ou mesmo por nunca terem pensado a respeito.
Vamos falar sobre como nos tornamos o que somos e vamos tentar entender o resultado desta equação.
Ao lermos a Bíblia constatamos que nós, seres humanos, somos basicamente corpo, alma e espírito. Esse ponto de vista, chamado de Tricotomia geralmente é o mais aceito, então vamos seguir por este caminho.


Corpo: 1 Co 6:12-13
Desenvolvemos a partir da formação no ventre materno, com herança genética de ambos os pais, somado ao que é exposto resulta em nossa aparência física.
Precisamos dele saudável, faz parte de nosso bem estar e nossa existência terrena depende disto.
É comum pessoas não se aceitarem como são, algumas fazem cirurgias plásticas, outras adotam práticas mais saudáveis e muitas simplesmente são infelizes por causa de seu corpo o que só se resolve com superação.
Cuide de seu corpo, não o endeuse, não o idolatre, é parte de quem você é, no final das contas uma parte passageira, mas ainda sim muito importante. Além disso muitas coisas que acontecem com nosso corpo refletem na nossa alma e no nosso espírito.
Zelo e obediência a Deus ao cuidar de seu corpo é parte muito importante de seu relacionamento consigo.
O que você precisa fazer pelo seu corpo? Só você sabe e é só sua responsabilidade.

Alma: (Os 4:6) (Ti 1:5) (Mt 5:28)
Desenvolvemos também desde o ventre materno, recebendo também herança genética, somada às experiências e resultando no que somos intelectualmente.
É preciso zelar pela mente, ao que ela é exposta, pois apesar de até hoje não ser totalmente compreendida, sabemos que existem muitos traumas e doenças na mente devido a experiências negativas.
Precisamos também treiná-la, pois podemos desenvolver o nosso potencial, seja para melhorar o nosso temperamento, controlar outros pensamentos ou mesmo aumentar nossa capacidade de planejar, executar e avaliar.
O resultado é o que somos de verdade, uma enchente de sentimentos e vontades que muitas vezes não compreendemos, pois nossa mente ainda é limitada, no entanto podemos afirmar que os pecados nascem na mente e podem ficar impregnados em nossos pensamentos para sempre.
É necessário repreendermos a nós mesmos, tirar algo de nós para que isso não nos prejudique, quando sabemos realmente o que é o melhor para nós.
Controle da mente e obediência a Deus mesmo nos pensamentos é parte muitíssimo importante em seu relacionamento consigo.
O que você precisa fazer pela sua mente? Só você sabe e é só sua responsabilidade.


Espírito: (Gn 2:7) (2 Co 4:16)
Veio de Deus e é nossa forma exclusiva de aproximação para Ele. Também sofre influência de experiências espirituais.
Não é o Espírito Santo de Deus.
Há potencial a ser explorado através de Dons espirituais e de um relacionamento intimo com Deus.
É preciso zelar pelo espírito, não desobedecendo a Deus e resistindo ao Diabo e suas tentações.
O resultado reflete tanto na alma quanto no corpo. É importantíssimo se fortalecer espiritualmente, pois é o caminho para o melhor relacionamento consigo.
O quê você precisa fazer pelo seu espírito? Só você sabe e é só sua responsabilidade.
A maneira como cuidamos de nosso corpo, de nossa mente e de nosso espírito, é a forma como temos nos relacionado com nós mesmos.

Texto e ministração de Silas Prado



Nenhum comentário:

Postar um comentário